História da Ilha do Sal

historia (1).gif

A ilha do Sal teria sido descoberta em 1460 pelos portugueses, como as demais ilhas orientais, carecendo o seu povoamento de uma data definida. Mas consta-se que antes dos portugueses, a ilha já era frequentada pelos Mouros devido às salinas, de onde provem o seu nome.

Sabe-se, no entanto, que os primeiros habitantes eram originários das ilhas de Boa Vista e São Nicolau que se dedicavam fundamentalmente à pesca e à criação de gado.

O povoamento efetivo da ilha teve lugar nos finais do século XVIII, por Manuel António Martins que permaneceu na ilha como administrador. Assim,  posteriormente ele iniciou a exploração e exportação do sal.

   Conheça as etapas importantes  história da ilha do Sal:

  • 1804

Manuel António Martins visita Pedra de Lume e manda construir o túnel que nos conduz às salinas;

 

  • 1805

Construção do porto de Pedra de Lume;

 

  • 1830

Fundação da povoação de Santa Maria como núcleo alternativo de extracção de Sal;

 

  • 1845

Falecimento de Manuel António Martins, passando a ilha a ser administrada pela esposa Maria Josefa Martins;  

  • 1887

Início do declínio do comércio do Sal devido às medidas restritivas impostas pelo Brasil, o principal importador    desta matéria prima;

 

  • 1920

Reativação do comércio do sal com a instalação da Companhia Fomento de Cabo Verde, marcando substancialmente a paisagem física e humana da ilha; construção do teleférico de 1.100 metros de comprimento, transformando 25 toneladas de sal por hora desde as Salinas até ao cais de embarque;

 

  • 1935

Ascensão de Santa Maria à categoria de Vila;

 

  • 1939

Construção do Aeroporto do Sal e desenvolvimento da povoação de Espargos;

 

  • 1963

Chegada do casal belga Gaspard Vynckier e Marguerite Massart que decidem construir uma casa de férias na vila de Santa Maria que, passados alguns anos, viria a ser a primeira unidade hoteleira de Santa Maria batizada posteriormente de Hotel Morabeza, considerado por muitos o berço do turismo de Cabo Verde;

 

  • 1980-1985

  A ilha sobre importantes transformações em todo o seu tecido físico, urbano e humano;

 

  • 1990

Início da atividade turística, mas foi em meados da década de 90 e início do milénio, que o turismo veio a ter grande “boom”, desenvolvendo assim o turismo de sol e praia e imobiliário, principalmente, tornando-se atualmente a principal atividade económica da ilha e  do país.