Pedra de Lume

 

 

 

 

 

 

 

 

A localidade de Pedra de Lume foi fundada no ano de 1804 por Manuel António Martins, é a mais antiga povoação da ilha do Sal, composta por famílias de ex-trabalhadores das salinas, que até hoje habitam as casas construídas na época do comércio do sal.

O tempo passou mas sua arquitectura inicial ficou praticamente a mesma, por essa razão, que se considera a localidade um centro histórico, com referencias marcantes como a Capela Nossa Senhora das Dores,  construída no século XIX, velhos barracões, as instalações de transporte por cabo e um sistema de moeda e ensacamento do sal em avançado estado de degradação.

Actualmente, as salinas de Pedra de Lume constituem uma das principais atracções turísticas da ilha.

c1.png

                                            Palmeira

 

 

Outra antiga povoação da ilha do Sal (recentemente elevada á categoria de vila) é a Palmeira, cuja população vive essencialmente da actividade piscatória. Pensa-se que o seu nome teve origem das plantações de tamaras na Ribeira de Fontona, situada a sul da baía da Palmeira.

Atualmente, a vila é considerado um dos centros de desenvolvimento industrial, devido as instituições de produção de energia eléctrica, água potável da ilha, bem como, o porto que para além de  do tráfego de mercadorias,  contribui para a inserção de Cabo Verde no sistema económico mundial.

A localidade é muito agradável  e afamada pelos matinés dançantes aos fins de semana, musica tradicional nos bares e restaurantes que deixa nos que a visitam sentimento de elevada muita satisfação.

c3.png

                                             Espargos

 

Bem no centro da ilha, a Cidade dos Espargos é a maior cidade da ilha do Sal, o que lhe confere o titulo de centro detentor de importantes actividades administrativas. 

A povoação nasceu com as instalações de apoio à companhia italiana LATI e seus voos da Europa para a América do Sul.

Ligadas às actividades aeroportuárias, a cidade dos Espargos foi crescendo sempre e transformando-se na zona de maior concentração da população salense.

c2.png

                                           Santa Maria

 

Por volta de 1830, em virtude da exploração e mercado do sal, nasce a vila de Santa Maria na ampla baía que constitui o bordo sul da ilha. A vila, hoje Cidade de Santa Maria é uma das principais senão mesmo a principal zona turística da Ilha e do país. Durante o ano, acolhe turistas dos mais variados países que, em busca de tranquilidade e descanso, se apaixonam pelas extensas praias de areia branca e águas cristalinas. A Cidade de Santa Maria é onde se concentra o grosso das infra-estruturas hoteleiras, embora existam carências em termos de equipamentos sociais e urbanos.

c4.png