Sal: Cooperação Espanhola avalia impacto dos projetos realizados na vida dos beneficiários



No âmbito do projeto “Contribuindo para a criação e acesso ao emprego digno para as mulheres em Cabo Verde” que, contou com o financiamento da Agencia Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento- AECID; encontra-se de visita à ilha do Sal a coordenadora da Embaixada de Espanha em Cabo Verde, Patricia Ramos Fernández, que se fez acompanhar por dois jornalistas do Jornal “El País” para, in loco, certificarem do impacto que ações e projetos realizados no quadro do citado projeto tiveram na vida dos beneficiários, bem como interagirem com estes mesmos privilegiados, com vista a contar as suas estórias de vida.


Importa sublinhar que as ações e ou atividades do projeto, que visou sobretudo a implementação de um sistema de cuidados efetivos a pessoas dependentes: crianças, pessoas com deficiência e idosos, foram concretizados com a parceria institucional tripartido entre a Câmara Municipal do Sal, a Direção Geral de Inclusão Social e o Instituto Cabo-verdiano Para a Igualdade e Equidade do Género (ICIEG).


A delegação espanhola foi recebida, na manhã de hoje, 16 de fevereiro, nos Paços do Concelho, pelo Presidente Júlio Lopes e pelas vereadoras Maria João Brito e Jassy Sousa.

Na ocasião os autarcas da ilha do Sal trocaram impressões com a delegação espanhola, acerca do ritmo de desenvolvimento da ilha, as consequências sociais económicas, resultantes da pandemia da Covid-19, as aspirações e os projetos, em carteira, que a Câmara Municipal do Sal almeja concretizar com vista a tornar a ilha cada vez mais sustentável e ecológica.